Um resumo sobre os ataques e os atacantes

Desde 2017, tenho sofrido uma série de ataques digitais e pessoais por parte de uma organização criminosa.
A polícia investigou por 2 anos esta organização, chegando a partir de julho de 2018, as fontes verdadeiras por trás de cada um dos atentados.
Primeiro, os líderes dos ataques, Gustavo de Oliveira e Andreas Lifer, foram identificados pela polícia.
Andreas estava na cadeia desde 2013, mas mesmo preso e condenado por um homicídio por intermédio de denúncias feitas por mim no Portal A3, que na época eu tinha propriedade, ajudava os criminosos de dentro da cadeia.
Gustavo por sua vez foi preso, solto para responder em liberdade, e preso posteriormente novamente.
Os dois foram assassinados na cadeia, não se sabem ainda os motivos, mas a polícia investiga.
Andreas queria vingança contra mim, por ter sido condenado pelo homicídio.
Já Gustavo, queria vingança por me culpar pelo fim de seu relacionamento com Clarice Bueno.
Ele e a mulher eram casados, e tiveram uma filha, que é minha afilhada de batismo.
Portanto como percebem, éramos conhecidos e convíviamos bem.
Até o dia em que ele bateu em Clarice, e uma discussão aconteceu.
Mas, as suas justificativas não são plausíveis e seu casamento chegou ao fim por conta de sua agressão a Clarice e não porque eu tivesse qualquer coisa a ver com o assunto do casal.
Hoje, Clarice refez a sua vida ao lado do médico Leandro Hassan, e tem mais duas filhas com ele.
Eu ainda tenho contato com ela e com a família, inclusive com Leandro um bom homem.

Mas, com Gustavo e Andreas identificados a polícia descobriu que outra pessoa havia assumido a organização, e que liderava-os porque os ataques continuavam.
As ordens vinham de algum lugar e as investigações prosseguiram.
Descobriu-se depois de uma série de prisões, investigações e detalhamentos de monitoração, que a pessoa que procuravam poderia estar infiltrada dentro da nossa Equipe de trabalho.
Um pente fino foi feito e Mariana Monary, Advogada e nossa companheira de Equipe, passou a auxiliar nas investigações.
Foi graças a ela e suas pesquisas, que a polícia avançou e identificou a responsável por ser a nova chefe do bando.
Recrutada em 2014, e quem deu vida a organização e estava por trás a cada plano de ataque, Helena Bitencourt foi presa em abril.
Como era esperado, ela era conhecida da equipe.
E se infiltrou entre nós usando o nome falso Melissa Rodrigues.
Nunca desconfiamos dela e eu e ela até chegamos a escrever no ano passado, um livro juntos.
O livro foi publicado na plataforma de assinaturas Bookon, de Kester 10 G.
Melissa ou melhor Helena, também infiltrou suas irmãs na equipe, Elisa e Marianna.
Sendo esta última nossa Assessora e tendo acesso a diversas informações sensíveis.
Usadas para se obter vantagens, desviar recursos financeiros da marca Kester e quase leva-la a falência no final do ano passado.
Felizmente a Onor Miccelann, impediu a falência e o fechamento da marca, mas a equipe de criminosos fez muito mais do que se era pensado.
Se infiltraram e penetraram muito mais do que poderíamos pensar e as investigações policiais seguiram.
Até se descobrir Samuel Lazzier, o homem que contratou Helena e que fundou a organização por vingança, para todos os ataques.
Lazzier era delegado de polícia mas perdeu seu cargo em 2013, por denúncias feitas pela Onnekalel Revista, de minha propriedade na época.
As denúncias foram pelos crimes de favorecimento de prostituição e exploração de menores para fins sexuais.
Ele chegou a ser condenado mas não foi preso, porque ganhou direito em responder aos processos em liberdade, e esses processos não foram julgados na 2ª Instância, até hoje.
Na semana passada, em 15 de abril, Lazzier sequestrou Larissa Miccelann, quem realizou as denúncias contra si.
E eu, tive a felicidade de conseguir rastrear o celular da jovem enquanto ela esteve em poder do bandido.
No resgate dela, houve troca de tiros com a polícia e Lazzier morreu.
Encerrou um capítulo de mais de 2 anos de ataques, perseguições e monitoramentos, mas todo o caso ainda não está encerrado.
Com seus principais líderes fora do radar, ainda segue o fato das investigações em curso e da Justiça ser feita.
60 pessoas já foram condenadas por 6 diferentes crimes, mas ainda há 37 pessoas aguardando julgamento.
A organização era grande, 97 pessoas que a formavam mais o seu mentor, totalizando 98 membros.
Graças a um trabalho de formiguinha e muito paciente, a polícia chegou a cada um, e levou estes a Luz da Justiça.
Agora, espera-se o rigor necessário na aplicação de suas punições, para que essas pessoas não voltem a cometer crimes.

Royal Express - Nosso novo projeto

Em 25 de março, demos início eu, Sofia Kate e Nathália Valle, a um novo projeto.
De vida, de carreira, de ideais.
Batizamo-o de Royal Express.
Que vocês podem conferir através do Site http://royal.net.br

Com o intuito de trazer mais informação ao leitor, entretenimento por meio de livros, e uma série de outras realizações, que virão com o tempo.
Conseguimos por em nosso espaço, além de notícias, um Podcast.
Que vem sendo publicado de segunda a sexta, sempre após as 18h30.
Nosso site, embalado por postagens de propagandas nos Blogs Larissa Mariana e Opiniões que Transformam, da Sofia e da Larissa Corsi, vem se elevando a cada dia.
4 dias depois de nossa estreia, na manhã de 28 de março, atingimos a marca de 250 mil acessos no dia anterior.
E o Podcast que eu apresento com irreverência e as notícias, 210 mil downloads.
Números positivos que só nos fazem animar a continuar o trabalho que hora se inicia.
Vamos juntos nesta, e desde já, obrigado pela oportunidade de nos permitir fazer parte de seu dia!

Uma semana difícil que gostaríamos de esquecer, mas que está aqui e é uma realidade

Uma semana que gostaríamos de não viver.
Ou que pelo menos eu, gostaria de não a ter vivido.
Assim defino esta semana que se encerrou em 23 de março, tendo início em 17 de mesmo mês.
Num retrospecto explico agora aos leitores o que de fato aconteceu.

Em 18 de março, Giovana Miccelann, minha amiga pessoal que já destaquei aqui em outras postagens, veio a falecer por causa da Leucemia que a acometeu.
Um duro golpe para mim, que deixou-me sem chão e sem ter o que responder diante a este triste fato.
Uma perca irreparável daquelas que iremos sentir todos os dias um pouco mais.
Giovana era uma pessoa encantadora, daquelas que palavras são pouco para descrever seu significado.
Excepcional, sem igual, como escrevi em uma poesia recente para ela.
Giovana era uma pessoa bondosa, caridosa, que ajudava as pessoas sem olhar qualquer ganho pessoal no processo.
Uma alma iluminada, como precisamos cada vez mais neste mundo.
Nos deixou, partiu desta vida terrena, na esperança de encontrar luz e conforto do outro lado.
Mediante as dores incessantes e insuportáveis da doença que a acometeu, agora não as sente mais e se libertou ao menos deste mal.
A minha amiga, todas as homenagens possíveis e as minhas saudades eternas.
Infelizmente, por questões de saúde, não pude comparecer em seu funeral.
Mas agradeço mesmo virtualmente, ao carinho que recebi de nossos leitores, de amigos próximos e até mesmo de familiares e amigos de Giovana, que sabem o quanto foi doloroso não poder ter estado lá.
Um dia vamos nos reencontrar eu sei, e até que isso aconteça, continuarei aqui, tentando ensinar o mundo o que Giovana sabia tão bem.

Mas a semana continuou, mesmo após esta triste dor que sofri.
Na sexta-feira, 22 de março, um atrito veio selar o que viria a ser meu ponto de saída da Onor Kester 10 G.
Marca que ajudei a criar, e que hoje pertence a Annabelle Rech, antes de Giovana Miccelann.
Não discuti como foi aventado e falado muito.
Não tive desentendimentos ou bate-bocas, como estavam supondo.
O que houve foram posicionamentos diferentes entre mim e Belle, em um determinado assunto que aqui não vem ao caso.
E parafraseando uma amiga, Sofia.
Quando não nos sentimos bem em um lugar, é porque é chegado o momento de partir e tentar coisas novas.
Foi isso que eu fiz, na manhã de sábado, 23 de março.
Anunciando meu desligamento com tristeza, da equipe que ajudei a fundar.
Acredito que tudo nesta vida possue um prazo de validade, e o meu prazo com a marca Kester chegou ao fim.
Agora é erguer a cabeça, tocar a vida, e quem sabe, dar vida a novos projetos e em novos ares e lugares.
Li em algum lugar dia desses, que Giovana não estaria feliz olhando lá de cima os recentes acontecimentos.
Tenho certeza de que feliz ela não está, mas que vai ficar e se orgulhar muito ainda das ações que faremos futuramente.
Giovana sempre foi exemplo de superação e de mudanças em foco, e é isso que nos direcionaremos a fazer, é isso que eu proponho.

Sofia x Kate - As comparações desnecessárias e a minha opinião em relação ao assunto

Kate Zimmer Monary
Foi Assessora Kester até maio de 2016, quando faleceu vítima de um tumor no cérebro e suas complicações.
Uma pessoa extraordinária e cheia de luz, que só contribuiu com nossa vida, com nosso crescimento pessoal e profissional, e que fez grandes coisas pela nossa marca.
Graças a ela, a marca Kester começou a surgir em 2015, ainda como GARC.
Não fosse seu empenho e a sua dedicação, teria encerrado atividades e carreira em 2014, quando acabei por finalizar as atividades da Folha Brasil, empresa pela qual eu administrei e fundei em 2012.
E por onde Kate também trabalhou como Assessora, desde 2013.
Foi esposa de Mariana Monary, uma de nossas colaboradoras na época, e ainda hoje no Portal Kester 10 G.

Kate é uma daquelas pessoas, incomparáveis, sem igual, cheia de luz e que iluminava todos os caminhos por onde ela fosse passar.
Uma pessoa que partiu muito cedo, e que deixa saudades que até hoje machucam nossa alma e dilaceram o nosso coração.
Uma estrela como escrevi um dia e que sempre gosto de relembra-la.

Sofia Granzzoti
Foi a primeira Assessora contratada por mim em 2016, após a morte de Kate, por intermédio de um processo de seleção.
Sofia era muito parecida com Kate, mas não digo fisicamente e nem comparo as duas.
Digo ser parecida no sentido de ser iluminada, prestativa, dedicada, amiga.
Por diversas vezes brinquei com ela, dizendo que ela era a minha nova Kate.
Porque, depois de perder Kate, Sofia veio, e ganhou o seu espaço, conquistou a sua presença, passou a ser amada e admirada por todos na Equipe.
Não nos imaginamos hoje sem Sofia, ela é Essencial.
E mesmo sendo Vice-presidente da Onor Kester hoje e da empresa não estando mais em minhas mãos, Sofia por sua vez continua sendo por igual importante.
Se dedicando e coordenando quando precisa a Equipe de Assessoras que continuam o trabalho.

Nunca fiz comparações, ou quis que Sofia fosse uma cópia fiel da Kate.
Foram os jeitos delas que combinaram, e se repetiram por um capricho do destino.
Que também quis, que nascesse uma paixão entre ela e Mariana Monary.
Hoje, Sofia e Mariana namoram, e eu fico feliz em ver que elas se dão bem, e que Mariana está refazendo a sua vida ao lado de alguém tão boa e que a ama, como ela merece.

Neste 17 de março, entre tantos assuntos que eu poderia abordar ou que outras pessoas poderiam falar, eis que me deparei com um que chamou a atenção.
Sofia adotou o nome Kate como seu pseudônimo, ao menos para assinar postagens de seu Blog.
E essa assinatura de suas postagens levou outra bloggeira que também escreve sobre a Equipe Kester, disparar críticas as suas atitudes.
Minha opinião:

1 - As únicas pessoas que poderiam talvez chamar a atenção ou falar qualquer coisa contra a assinatura "Sofia Kate", são os pais de Kate a Própria.
Que diga-se de passagem não se manifestaram contra a postagem como podemos ver neste comunicado que se segue:
"Em relação as postagens veiculadas citando o nome de nossa filha Kate Zimmer, e a colaboradora Kester Sofia Granzzoti "Sofia Kate", temos a dizer que não nos sentimos ofendidos tão pouco Kate se sentiria.
Ao contrário, para nós, muito nos honra que Kate seja relembrada com tantas saudades e carinho, por todas as pessoas com quem ela trabalhou e a esta Equipe que ela tanto amou.
Nós, seus pais, nos sentimos privilegiados por termos encontrado, conhecido e por termos a oportunidade de convivermos com Sofia.
Uma moça incrível, de próprias qualidades, algumas semelhanças sim com nossa filha, mas com uma luz grandiosa para fazer a diferença no mundo.
Uma nova filha para nós de coração, após perdermos a nossa biológica, porque não?
O que nos deixa tristes e ofendidos, é a forma como o nome de Kate foi usado, e as críticas desnecessárias que nossa "Pequena Sofia" tem recebido, apenas por uma simples homenagem e opção pessoal.
E retaliaremos, tomando providências legais cabíveis se necessárias, se as devidas desculpas não forem realizadas de maneira imediata, não a nós, mas a "Sofia Kate", como ela merece.
Sofia tem todo o nosso apoio para que continue usando a assinatura se assim desejar, reconhecemos seu carinho e sua homenagem, e a agradecemos imensamente hoje e sempre."
Pai e mãe de Kate Zimmer assinaram o comunicado.

2 - A postagem feita pela Bloggeira em questão, e depois respondida por Sofia em seu Blog, fugiu do nexo e da realidade a fazer comparações sem a menor realidade ou conexão com a realidade.
O mero fato de eu dizer a Sofia que ela era minha nova Kate, não significa que eu quero que ela se torne a Kate.
Tão pouco a fez tomar qualquer decisão que as relacionadas.
A escolha de assinar com o nome foi de Sofia, sem a influência de quem quer que fosse, e sem que ela se sentisse obrigada.
Ademais, a brincadeira em questão foi feita lá em 2016, quando ela entrou em nossa equipe, portanto já se passaram anos desde então.
Assim como Sofia externou como opinião, acredito que quando não se tem o que acrescentar, as pessoas devem se silenciar.
É para isso afinal de contas, que recebemos do Criador uma boca e dois ouvidos.
Ouvir mais e falar menos, é a moral da historia.

Giovana Miccelann - Uma guerreira

Os últimos dias tem sido de tristeza e perplexidade para a Equipe Kester 10 G.
Perdemos nossa companheira Laura Elisa, em 14 de fevereiro, vitimada por um câncer.

Hoje, dia 27, estamos novamente sem chão com nova notícia que abala as nossas estruturas.
Nossa colaboradora e ao mesmo tempo proprietária da marca Kester Giovana Miccelann, está acometida por uma grave doença.
Já a enfrentou em 2017, quando venceu por intermédio de um transplante.
Hoje, a sua vida é modificada ao saber que a leucemia voltou.
Leucemia, um câncer que nos deixa sem palavras.

Hoje, nossa Equipe está ainda mais triste.
Pois, pensarmos na possibilidade de não termos mais Giovana aqui.
Isso dói, corrói nossas almas, e falo em nome de todos quando expresso minhas palavras.
Foi revirando em meus guardados que eu encontrei o que segue.
Acho que sem a menor sombra de dúvidas, a melhor forma de descrevê-la.
Sinônimo de guerreira, batalhadora, vitoriosa.
Assim sempre foi Giovana Miccelann Noar.
E aconteça do jeito que for, é assim que a enxergaremos sempre.

Giovana:
Ao nascer, o brilho do sol não pôde ser visto por teu olhar,
Mesmo assim, você decidiu lutar,
Desde pequena aprendeu a se superar,
Quando entendeu, decidiu vencer.

Lutou contra o preconceito, para o teu espaço conquistar,
Conseguiu atingir seu objetivo, sua meta pôde alcançar.

Na música mostrou ao mundo sua capacidade,
Quando pela primeira vez a flauta a boca levou,
Delicadamente com aquele dedilhado no violão, a todos emocionou,
E decidiu suas próprias composições apresentar,
Quando passou ao teclado as levar.

Sempre com teu jeito doce de ser,
Silenciou a quem julgava que não fosse capaz de aprender,
Contou com o auxílio necessário para saber o momento de brilhar,
Sempre amparada, jamais deixou de querer crescer,
Lutou por suas vontades, sem perder o doce encanto natural.

Veio ao mundo para encher a vida de todos de alegria,
E foi a mais doce fonte de luz de tua família,
E mesmo quando a vida quis ser ingrata,
Você provou a sua mãe que ela precisava continuar.

Fez brotar em todos os corações,
Aquele desejo amais de cada um se superar,
Mostrou que o sonho não importa o quão seja grande,
Pode ser atingido quando se tem vontade.

Você soube ouvir e compreender,
Conhecida e famosa por sempre aconselhar bem saber fazer,
E o destino tratou de nos apresentar,
Para que cada um a sua maneira, pudessem em sua vida marcar.

Entre pontos diferentes, em comum o fato de não enxergar,
Ao menos não pelos olhos que estavam ali a nossa frente,
Mas sim por aqueles que são capazes de ler nossa mente.
E o tempo passou,
Enviada em nome do amor,
Que mesmo separado pelo destino não se acabou,
Concebida por Lívia,
Protegida por Clarissa,
De nome Giovana,
És você quem surgiu como um raio de sol,
para com tua doçura inefável encantar as vidas de todos aqueles que estão a teu redor.
*Poesia foi escrita em época que Giovana era Invisual em 2014, ela passou por um transplante de córneas e ganhou a visão, mas nunca perdeu a essência aqui descrita.

Laura

Laura Elisa Letermann
Faleceu aos 14 dias de fevereiro do ano de 2019.
Lutou antes e muito, para manter-se viva.
Enfrentou de cabeça erguida um câncer pancreático, com metastases no fígado.
Nunca deixou que o sorriso lhe abandonasse, nem a hora de sua morte.
Partiu sorrindo, eu pude sentir ao tocar seu rosto e todos em seu funeral também comentavam.
Partiu com a certeza de que cumpriu com sua missão aqui na Terra.
Encheu nossas vidas de luz, trouxe a nossos corações palavras de acalento, trouxe a nossas almas paz com suas palavras e orações.
Trouxe para nós, valores que as vezes passam despercebidos.
E de forma nem uma será esquecida.

Hoje, alguns dias passados de tua passagem, ainda a dor é presente e forte dentro de cada um de nós.
Que aqui ficamos com a missão de continuarmos teu legado, continuarmos tuas paixões, cuidarmos de tudo o que deixou.
Quanta honra!
Honra por ter sido seu amigo.
Honra por ter a conhecido.
Por ter participado dos momentos mais emocionantes, os tristes e os felizes de tua vida.
Quanta Honra!
Em ter a tido como Colaboradora Kester.
Honra em compartilhar reportagens com você.
Honra em a ver cuidar e criar seus filhos, sobrinha.
Quanta Honra!
Honra em ver a sua alegria que sempre irradiava a todos por onde passasse.
Honra por ter compartilhado tantas coisas contigo, virtual e pessoalmente.
Quanta Honra por ter feito parte de sua vida.
Sempre serei honrado por ter a oportunidade de poder contar com você.

Top Digital 2019

Eu sempre me pergunto as vezes, e também muitas pessoas já me perguntaram.
Qual o motivo de diante a tantas dificuldades, diante a tantos ataques pessoais e profissionais, eu continuar com o trabalho no Kester.
Poderia ser muito fácil cancelar nossas atividades, entregar meu cargo a Giovana e dizer que não queria mais continuar com isso.
Seria muito simples desistir, e tentar dar um outro rumo para a minha vida.

Mas, o que eu sei fazer é isso.
Levar informação precisa as pessoas.
Trazer os livros para entretê-las.
Desenvolver novas tecnologias que facilitem as suas vidas.
E ver todo o nosso trabalho ser reconhecido, ver tudo valer apena, quando realizamos nossos projetos sociais.
E quando acontecem coisas como no último 23 de janeiro.

O Portal Kester 10 G, foi sagrado ao ser premiado com o Top Digital 2019, da revista de tecnologia gaúcha Life On.
Neste ano, na maior premiação da historia do troféu e de nossa também, recebemos 6 prêmios.
Deste total, 2 foram de reportagens escritas por mim.
Um artigo de opinião publicado em 27 de janeiro de 2018, e uma denúncia em dezembro do ano passado contra o Ministério da Saúde.
Outras reportagens, de outros integrantes de nossa equipe, também foram premiadas.
Em 6 de março, receberemos essas premiações em Porto Alegre, numa noite muito especial.
Tenham a certeza de que, cada um desses troféus são muito importantes para mim.
E fazem parte de uma forma muito única, na minha vida e carreira.

Já recebemos uma série desses troféus ao longo do tempo.
Mas esses de alguma forma, mostram que superamos os desafios mais tortuosos que passamos no ano passado, um ano especial e essencialmente difícil para a família Kester.
Coroado com cada um dessas premiações, desses troféus agora.

De novo, eu tenho só a agradecer.
A Deus, que me permitiu estar aqui e receber essa honraria.
A equipe Kester, que trabalhou e trabalha duro a cada dia mais, para trazer conteúdo e qualidade a nossos leitores.
Aos leitores que acessam nosso site, e que nos fazem ser um sucesso cada vez maior.
E ao pessoal da Life On, que reconhece nosso trabalho e nos honra com seus troféus.
Tenham certeza de que estas premiações, só nos fazem querer seguir em frente, com muito mais garra e determinação.
"A maldade humana não pode ser maior do que a força da verdade".
Este é e sempre será, nosso lema.

Agradecimentos

Olá pessoal.
Hoje estou aqui, depois de algumas semanas sem passar, para algumas informações e agradecimentos.
Logo no começo do ano tivemos alguns problemas referentes ao site.
Nosso Portal chegou a ficar fora do ar, em mais uma tentativa de nos prejudicarem.
Criminosos invadiram nosso escritório em São Paulo, roubando nossos servidores.
Felizmente conseguimos depois de muito trabalho, reverter o que fizeram e as publicações que fizeram no Portal.
Graças a Deus, recuperamos o controle, e hoje temos mais segurança para nossa equipe, até por conta de tudo o que aconteceu.
No entanto, no decorrer do mês, em 7 de janeiro, precisei passar por um procedimento cardíaco emergencial.
Uma angeoplastia e um cateterismo.
Esses procedimentos, foram realizados em São Paulo, onde estive internado para realiza-los.
Recebi muito carinho e muitas orações em relação a isto, e gostaria de os agradecer.

Posteriormente, eu também precisava de assinaturas para o Kester Play, afim de conseguir os medicamentos Sorilis, para tratar a HPN.
Ao divulgar em 18 de janeiro, o primeiro capítulo de "Herói", meu mais recente livro, essas assinaturas vieram em bloco.
Recebemos milhares de assinaturas e conseguimos graças a Deus, arrecadar o que necessário para que pudéssemos ter Sorilis por um bom tempo.
Eu agradeço a cada um desses assinantes, pessoas essenciais para que eu pudesse continuar o tratamento.
Vale salientar, que cada dose da Sorilis custa R$ 12 Mil, e eu preciso de 6 delas por mês.
O tratamento de R$ 72 Mil mensais seria inviável, se não fossem essas assinaturas do Kester Play, onde parte do que é arrecadado, o Portal Kester 10 G me doa para que eu possa comprar as medicações.
Doa porque, hoje a marca pertence a Giovana Miccelann, não mais a mim.
E num gesto de generosidade como ela é capaz de ter, ela permite com que esses recursos sejam aplicados na compra das medicações.
Eu estou me dedicando para fazer um livro incrível para vocês.
E a prova estão nas respostas que recebemos em nosso contato direto no Portal Kester.
Agradeço de novo, o carinho e cada mensagem recebida referentes ao livro "Herói."
Espero que em breve, mais livros possam encher o Kester Play de conteúdos, para que continuem mantendo essas assinaturas, o que é essencial para a continuidade de meus tratamentos.

2019

Um novo ano chega.
Bate a nossa porta e abrimos permitindo-o entrar.
Desejando que seja um ano que traga consigo paz, prosperidade, amor e harmonia.
Sentimentos que tanto a humanidade precisa nos dias de hoje.

Que este novo ano que agora começa, possa ser de realizações.
Profissionais, pessoais.
Que as pessoas possam ser mais felizes.
Que possam ter mais tempo a se dedicar ao próximo.
Que possam ser mais caridosos com aqueles que necessitam.
Que as grandes empresas enxerguem, seu potencial de fazer a diferença na vida de tantas pessoas, e que o façam de verdade.
Não para cumprir cotas, não para reduzir impostos, mas sim pelo fato de espalhar amor e caridade por onde forem passar.
Que neste 2019 tudo possa ser diferente.
Que possa haver mais compreensão entre as pessoas.
Tanto no trabalho quanto no lar.
E que Deus esteja sempre presente.
Afim de que possamos compreender, não somos nada sem ele ao nosso lado.
Mas se estamos com ele, podemos ir além, chegar além, onde as pessoas nem podem imaginar.
Que sejamos livres de todo o mal, de toda a força que tenta nos ruir.
Que em 2019, possamos amar mais, viver mais.
E acima de tudo, que possamos estar sempre unidos por canais que transcendem o virtual.
Para que juntos possamos revolucionar, te convido.
Vamos mudar o mundo?
Vamos fazer a diferença?
Vamos fazer deste 2019 algo inesquecível?
Vamos revolucionar juntos.?

Retrospectiva 2018 - O ano que deixa saudades ou não

2018 já caminha para seu final.
Um ano que deixará saudades, ou não.

Tudo começa em janeiro, o ano entra com grandes expectativas profissionais e pessoais para mim.
As coisas vão demonstrando que talvez, muitas realizações pudessem acontecer ao longo dos meses que iriam se seguir.
Em fevereiro mudanças na minha vida profissional, fazem que eu passe a aceitar novos desafios.
Algumas chateações surgem nesse curso, mas depois elas vão sendo substituídas por uma vontade de se provar e de vencer os desafios que surgiram.
Em março, o Grupo Kester começa uma nova fase.
Passamos a desenvolver pela primeira vez, programas e aplicativos.
Plataformas que podem ser usadas para melhorar o dia dia das pessoas, e passamos a ficar cada vez mais conectados aos nossos leitores.

Em abril, o ano começou a dar mostras de que seria diferente e nada fácil.
Minha saúde começa a dar sinais de que eu precisava fazer um recesso e muitas coisas começam a mudar.
Sou afastado por minha equipe médica de todas as minhas funções de trabalho.
E em maio, nomeio minha querida Assessora e amiga Sofia Granzzoti, como diretora interina do Grupo Kester.
Sofia passa a me substituir, e assume de vez a liderança e os rumos da nossa equipe.

Em 18 de junho de 2018, uma saga começa.
Ataques Hackers que ocorreram em 2017 contra o Grupo Kester e seus sites, agora são feitos contra a minha pessoa.
Nós começamos a descobrir quem está por trás de cada um desses atentados.
Descobrimos também, que meu celular foi clonado e que esses criminosos digitais ouviam minhas conversas, se passavam por mim e conversavam com as pessoas inclusive fazendo montagens com minha voz.
Aplicam um golpe perfeito e arrancam dinheiro das pessoas como se fosse eu a pedir, sendo que nunca fiz ou faria algo do gênero.
Descobrimos o mandante dos ataques, e isso me surpreende.
Pois é uma pessoa que eu conheci no passado, e que durante um bom tempo fez parte da minha vida.
E que nunca pensei seja pela razão que for, que teria a loucura de planejar um plano que é ousado e ao mesmo tempo tão sórdido para me prejudicar.
Operações policiais em julho, descobrem 43 pessoas fazendo parte de uma organização criminosa com o claro objetivo de me destruir, pessoal e profissionalmente.
E a gente no Grupo Kester, precisa se aguentar.
Quase nosso Site acaba, eu decreto o fim das atividades do Grupo.
Mas, em 28 de julho, no último dia de tudo eu regresso a minha decisão.
Depois de muitas conversas com familiares, de muitas intervenções de pessoas a meu lado e de propostas para compra do site Kester, entendo a necessidade da marca continuar
existindo.
Em agosto, buscamos nos renovar e continuar trazendo a todos, informação precisa e de credibilidade.
Ainda sigo afastado de minhas funções e tudo segue administrado por Sofia Granzzoti.
Que entre suas sábias decisões, cria uma plataforma de assinatura que me permite ter Sorilis para um bom tempo de minha vida.
A injeção que eu necessito tomar todos os meses a cada 15 dias, e que é o único tratamento disponível para a HPN.

Em setembro porém, a gente descobre que nem tudo que planejamos pode dar certo.
E que as vezes a maldade das pessoas transcendem nosso entendimento.
Um ataque as minhas contas bancárias, retira todos os recursos guardados para a Sorilis.
Não havia se quer injeções para tomar no mês.
Campanhas são feitas de maneira muito rápida, e a marca Kester não pode mais ficar nas minhas mãos.
Se ficasse, os ataques eu temia, a destruiria para sempre.
Passo a negociar com a jornalista Melissa Becker, um jeito dela administrar a marca, sem que nossos colaboradores ou leitores atendidos fossem afetados.
No dia 11 de setembro, repasso a marca para seu poder e Melissa assume a chefia do grupo, antes nas mãos de Sofia por conta de meu afastamento.
Ela decide por encerrar as atividades Kester, e voltar a usar um nome antigo que tinhámos, aproveitando nossa estrutura já existente.
O Portal A3, extinto antes, volta a operar.
Muitas mudanças são necessárias e feitas, e a gente acaba conseguindo novamente repor recursos para a Sorilis.
Em outubro, eu saio de meu afastamento e ajudo a equipe em uma das coberturas mais importantes do ano, para as eleições.
Nos dias 7 e 28 de outubro, nós fazemos o que mais gostamos de fazer, deixar as pessoas bem informadas.
Nosso site experimenta múltiplos acessos e são mais de 3 milhões de visualizações. Recorde e felicidade em um ano que se configurava tão difícil para nós.

Novembro chega, e com ele a certeza de que 2018 ainda não havia acabado.
Os Hackers haviam preparado um golpe final, desta feita com ajuda de dentro da equipe.
Sim. Fomos traídos e enganados por pessoas que acreditávamos estar ao nosso lado.
Mas que na verdade eram membros da tal organização criminosa, que agora já tinha 65 pessoas identificadas mas não localizadas pela polícia.
No novo ataque, todos os recursos foram desviados de todas as contas bancárias.
Não era apenas a Sorilis que faltara agora, mas todos os nossos projetos e nossos colaboradores, estariam sem atuar, sem receber.
Entramos na crise final, aquela que seria o fim do Portal A3 ou do Kester ou queiram lá como chamar agora.

Giovana Miccelann, uma de nossas colaboradoras, minha amiga pessoal e também empresária me chamou para conversar.
E disse que nosso projeto não poderia morrer.
Colocamos um novo portal Online, com a marca Miccelann.
E decidimos em dezembro reativar a marca Kester, criando a agora Onor Kester 10 G.
Uma fusão do Grupo Kester com a Miccelann Corporation, e que tem dado certo.
Chegamos a 1,8 milhão de acessos no nosso Portal, em menos de 30 dias de atuação.
De 5 a 28 de dezembro.
Lançamos alguns livros dos quais Hauei, é o mais lido com 1,2 milhão de acessos.
E o ano caminha para seu final, prometendo muitos projetos para 2019.
Entre eles a criação de um Android Onor.
Uma personalização do sistema operacional do Google para empresas, que estamos a testar.
E que entre janeiro e março do ano que vem, vai estar disponível para comercialização, esperamos.

Agora estamos aqui, as vésperas de um finalizar de ano que teve de tudo um pouco.
Dor, sofrimento, expectativas e esperança.
E de novo a gente tenta buscar e renovar a nossa esperança, para que dias melhores possam vir.
Não sabemos ao certo se isso será possível, mas aguardamos com ansiedade e otimismo, coisas que são essenciais e que não podem faltar.
Tenho certeza de que 2019 será um ano de muitas marcas, e que será muito intenso.
Esperemos por ele agora, e que Deus nos ajude.