O armazenamento de dados do Google e os ataques contra mim

Muitas pessoas estão meio perdidas e assustadas desde 9 de dezembro, com informações referentes ao Google, publicadas pelo Portal Kester 10 G.
Aqui vou fazer algumas explicações referentes a isto para que possam entender melhor a situação.

O Google oferece a usuários do sistema Android, a conta Google.
Precisamos fazer Login nessa conta e ter essa conta para acesso ao sistema operacional, a loja de aplicativos e tudo que quisermos fazer num celular ou Tablet.
O que não tínhamos ideia, é que a empresa armazena nossos dados, tecnicamente sem nossa autorização.
Esses dados armazenados nas contas Google, permitem que qualquer pessoa que acesse nossa conta, saiba.
A localização de nossos dispositivos naquele momento, com quem estamos conversando, para quem ligamos, e inclusive ouvir nossas ligações e ver nossas mensagens.
Invasão de privacidade pura, crime claro.
O Google alega que essas informações ficam armazenadas para proteger a privacidade do usuário, porque só pode ser vista pelos donos das contas.
Mas, provamos que isso não é verdade.

Tendo a minha conta Google Hackeada sem que eu soubesse, desde o ano de 2015, Hackers tiveram informações privilegiadas da minha vida profissional e pessoal.
Puderam ter acesso a minhas conversas, chamadas telefônicas, clonaram meu celular.
Conversaram com as pessoas como se fosse eu conversando, e se fazendo passar por mim, aplicaram golpes em busca de financiar seu sistema criminoso.
Deu certo em muitos casos, porque a clonagem foi perfeita sem que eu tivesse ideia do que se passava de fato.

Esses ataques começaram a aparecer, em 2017 e 2018, ano em que mostraram a cara definitivamente.
As investigações feitas pela polícia, e especialmente pela equipe de segurança da Onor Kester 10 G, criada após esses ataques cibernéticos, é que nos levaram a descobrir esses acontecimentos.
Descobrimos a conta hackeada, descobrimos as informações armazenadas, e acionamos o Google por isso.
Enquanto esperamos as definições judiciais que o caso se pede, minha conta foi excluída no serviço de contas da empresa a próprio pedido por determinação judicial.
Assim, imagino que meus dados não serão mais compartilhados com nem um tipo de criminoso solto, dessa organização que insiste em atacar.

Por que os ataques?
Essa é uma pergunta que todas as pessoas se fazem, mas que ninguém é capaz de compreender.
Uma pessoa sem nexo ou conexão com a realidade, com sérios problemas mentais e que precisa de ajuda, passou a nutrir o desejo obsessivo de me destruir.
Destruir a minha imagem enquanto pessoal e profissional, apenas com o intuito de uma vingança pessoal, sem sentido ou sem noção.
Não é crível nada do que essa pessoa diz, e seu desconexo com a realidade já foi estudo de especialistas a pedido da Justiça inclusive.
O distúrbio pode ter sido provocado por algum gatilho do passado, pois eu e esta pessoa nos conhecíamos.
Mas, nunca fiz nada que justificasse esses ataques contra mim.

Em relação ao Google o que é realmente o motivo dessa postagem, acho que expliquei bem como funciona o serviço.
Antes não poderia ser desabilitado mas agora pode.
E quem quiser conhecer o passo a passo desse desabilitar, pode solicitar a empresa nos foruns de ajuda ou com a gente através do contato@kester.net.br
Nossa equipe terá prazer em ajudar e deixar as contas Google mais seguras.
É possível excluir os dados armazenados e também impedir que novos dados fiquem salvos.
Mas é preciso atenção.
Pois cada novo login no sistema operacional, ele começa a coletar os dados de novo.
Ou seja, cada vez que formata ou que troca o dispositivo, a pessoa precisa realizar o procedimento de desconexão entre a conta do Google e o serviço de armazenamento de dados da mesma.

"Máquinas são substituíveis, Pessoas são importantes. - Onor Kester 10 G, Vamos revolucionar juntos."
guilhermerodrigues@kester.net.br