A Historia de Melissa

Nem sempre nós vamos conseguir compreender os propósitos dos acontecimentos em nossa vida.
Mas o fato é que, seja lá no que acreditamos, precisamos saber que algo acontece por uma razão.
Nada em absoluto deve acontecer ao acaso e tudo deve ou precisa, de um motivo pra ser.
Nem sempre vamos compreender os motivos pelos quais são assim, mas o fato é que as coisas são assim.

Tendo dito isso, hoje o motivo que me leva a escrever a cada um de vocês é conta-los uma historia.
Uma historia como nunca contei ou que talvez não conte de novo.
Mas uma historia que precisa ser contada e falada.

Em março de 2012, a jovem estudante de medicina Loren Elisa, que morava em Ribeirão Preto, no interior de SP, viu a sua vida mudar.
E para sempre, sem saber que seria assim.
Por um problema de saúde ela sabia que não poderia ter filhos, e estava arrasada com isso porque seu sonho era o de ser mãe.
Naquele momento, sua irmã Laura, estava grávida do primeiro filho.
Saindo para levar a irmã para ganhar bebê, ambas ncontraram na porta de seu prédio uma criança abandonada.
Uma bebê de poucos meses de vida que Loren levou para o hospital.
Um sinal de Deus, quem pudesse dizer.
Ela que não podia ser mãe havia acabado de encontrar uma criança para chamar de sua.

Mas não seria nada fácil ou simples assim.
Loren precisou entrar com papéis de adoção, passar por criterioso processo de seleção e se tornou lar temporário.
A criança não tinha nome, apesar de aparentar 3 meses de idade, não se sabia como foi chamada pela mãe, ou a mulher que a abandonou.
Pois uma mulher que abandone sua filha nessa situação seja a razão que for, não merece o título de Mãe.

Melissa Elisa, foi o nome dado a criança, que mais tarde veio a ser adotada por Loren.
A pequena fez a alegria da família, de Loren e Laura, que seguiam sua caminhada rumo a busca de dias melhores e de felicidades.
O destino não foi nada bondoso com elas.
Logo com elas, pessoas tão boas de coração e alma.
Como dizem, são os bons que mais sofrem.

Loren se relacionou com um médico, Andreas, que passou a persegui-la por não aceitar o fim da relação.
Ele armou uma denúncia contra ela e Loren quase perdeu a filha.
Em desespero quando a criança foi lhe tomada, ela cometeu suicídio.
Mas, Laura não desistiu da sobrinha.
Ao lado de amigos, conseguiu retomar a sua guarda e decidiu cuidar dela.
Melissa seria da família e jamais seria abandonada.

Em 2018, Laura descobriu que estava com um Câncer pancreático.
E menos de 1 ano depois, ela veio a falecer.
Melissa passou a ser cuidada por uma cuidadora, Karolina.
Quem desprendia todo o amor necessário para que a criança vivesse livre de seus traumas, e seguisse em frente.
Apesar de só ter 7 anos de idade, ela carregava muita dor, sofrimento em seu coração.
Mas o destino foi caprichoso, e resolveu caprichar ainda mais.
Ainda mais na dor, ainda mais no sofrimento, e numa daquelas historias que parecem de ficção mas que não é, pois é a mais pura realidade da vida, Melissa adoeceu.

Em 25 de setembro, a criança foi diagnosticada com Leucemia.
Um baque a todas as pessoas que a conhecem e a amam, e um baque ainda maior para ela.
Foi hospitalizada e levada a um grande hospital de São Paulo.
Mas o problema do câncer é que, se trata num lugar ruim ele piora rápido, e se trata num lugar bom, ele demora um pouco mais só que piora de qualquer forma ainda.
Por isso, Melissa foi internada na UTI, e hoje está em coma induzido.
A doença está muito avançada e parece ter sido descoberta tardiamente, embora ela não tivesse apresentado outros sintomas que pudessem indicar isso.
Melissa precisava de um transplante, mas não se sabe se ela terá essa chance.
Não apenas pelo fato de não se ter um doador, mas principalmente pelo fato de que Deus, não parece querer que ela sobreviva.
Deus ou seja lá no que qualquer pessoa que lê esta postagem acredite.
Eu acredito, que ele está ali vendo tudo isso acontecer.
E não consigo ainda ver, o propósito da permissão para que tais coisas acontecessem.
Mas o fato é que elas aconteceram e estão na nossa frente, e temos que encara-la.
A pequena Melissa, só podemos desejar sorte, luz, dedicarmos o nosso amor.